A minha coluna

0
69

MAIS PRIORIDADES?

Esta semana tivemos boas notícias no que ao Turismo diz respeito. O reinício nas viagens dos nossos maiores clientes nessa área, os ingleses, não deixou ninguém indiferente e qualquer de nós que esteja desejoso de que as coisas recomecem a ter alguma normalidade, certamente que acompanhou com agrado esse regresso. Independentemente de ser para o Algarve ou para a Madeira. Numa reportagem desenvolvida pela jornalista da TSF no Algarve a menina entrevistava o diretor de um dos principais hotéis de Vilamoura. Dava-nos ele nota de que as reservas estavam em alta e que os “bifes” iam começar a chegar em força. “Mas não acha que os trabalhadores do turismo deviam ter prioridade na vacinação?”, atira a menina certamente a pedido de algum grupo de influência. Com um discurso muito responsável o senhor lá disse mais ou menos que ”… a vacinação está a correr muito bem e todos teremos de cumprir as regras definitas pela autoridades de saúde. Se assim for vai tudo correr bem…”. Mas a menina não desarmava: “Mas o senhor não respondeu à minha pergunta: Acha ou não que os trabalhadores do turismo deviam ter prioridade na ….”. Com a mesma calma olímpica o senhor lá repetiu que iam todos cumprir as regras até chegar a vez de cada um ser vacinado e que… ia tudo correr bem. A menina do microfone terá percebido que dali não levava nada e deu a conversa por terminada. É certo que logo a seguir veio um sindicato do setor exigir que os trabalhadores do turismo tivessem prioridade na vacinação…

Balha-me Deus!

AS PREVISÕES DO PORTAS E O SONO DO MEU GATO

Eu e o meu gato preto continuamos fãs incondicionais dos comentaristas das noites de domingo. Muito embora com o tempo a ficar mais ameno o meu gato prefira andar fora até mais tarde, como vejo os programas “em gravação” aproveito sempre a sua companhia para apreciar as novidades que nos trazem Marques Mendes e Paulo Portas. Inteligente como é, quando os assuntos são interessantes o meu gato utiliza a técnica de se coçar “tipo tocador de harpa” para manifestar o seu contentamento com os comentários e, por outro lado, quando percebe que os nossos amigos estão a dizer mais do mesmo, aproveita para dar umas relaxantes ronronadelas. No último domingo os comentários de Marques Mendes não lhe mereceram grande reparo. Fingiu que dormia o tempo todo e só abriu um olhito quando o MM se referiu ao ministro Cabrita. Estou em crer que o ministro tinha muito a aprender com o meu gato porque se há coisa que o meu gato sabe fazer muito bem é não se pôr a jeito. Se há confusão por perto de certeza que não foi o meu gato a dar-lhe origem e até que a coisa acalme ninguém mais o vê. O Cabrita tem feito precisamente o contrário, acha o meu gato. Já quanto à atuação de PP no domingo percebi do comportamento do meu gato que ele acha engraçado o José Alberto Carvalho andar sempre com as calças do irmão mais novo – e deixar parte da perna ao léu – o que condiz também com o ar de menino de coro que faz ali na presença do professor Portas. Acha mesmo o meu gato que o Portas o trata um bocadinho abaixo de gato, o que não deixa o meu assim tão descontente quanto isso… Outra coisa são os comentários e previsões. Como a história das vacinas já não dá para dizer mal, agora o PP dedicou-se às previsões. E aí vai tudo correr mal. É por isso que o meu gato passa agora grande parte do tempo do comentário do Paulo a dormir. Acha ele, o meu gato, que essa coisa das previsões nunca deu grande resultado, principalmente quando o Paulo coloca a nossa bandeirinha nos últimos lugares das listas. Se PP tivesse razão – e a História já lhe disse várias vezes que não tem… – Portugal ia ser o último em tudo a partir de agora. É por isso que o meu gato, aqui chegados, dorme como um santo. E não preciso, nesses momentos, de fazer grande esforço para o acompanhar enquanto o Paulinho fala…

Balha-me Deus!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...