Sérgio Almeida esteve em S. João da Madeira no passado dia 17 

No passado dia 17, o Governador do Distrito Rotário 1970 deslocou-se a S. João da Madeira (SJM) para levar a cabo alguns atos que não tinham sido possíveis na visita de 27 de fevereiro, realizada por teleconferência, em condições de confinamento muito restritas.

A sua passagem pela “Cidade do Labor” teve início no Fórum Municipal, onde uma delegação do Rotary Club (RC) local acompanhou Sérgio Almeida num encontro com o presidente da câmara, Jorge Sequeira.

Projetos “Universidade Sénior” e “Sopa Solidária” reconhecidos

Na ocasião, como refere nota de imprensa remetida ao nosso jornal, usaram da palavra José Rocha, presidente do clube anfitrião, o Governador do Distrito Rotário 1970 e o autarca, sendo que o momento foi aproveitado para as duas entidades passarem em revista as suas relações institucionais. Ambas reconheceram “a mútua vantagem de manterem e aprofundarem essas relações, nomeadamente em projetos como a ‘Universidade Sénior’ e a ‘Sopa Solidária’, integrados na Rede Social” de SJM.

Também a relação de proximidade existente entre S. João da Madeira e Arouca, de onde Sérgio Almeida é oriundo, “veio à baila” nesta reunião que terminou com uma troca de lembranças.

Visita de Sérgio Almeida veio dar alento ao clube de serviço

Depois do Fórum Municipal, seguiu-se a sede do clube de serviço, onde Sérgio Almeida era aguardado “com alguma emoção” por uma delegação mais alargada de rotários sanjoanenses.

Também aqui houve troca de prendas, com o Governador a oferecer ao RC uma lembrança do ano rotário e o livro “Lemon – Uma viagem para a felicidade”, que o próprio escreveu. Por sua vez, o clube ofereceu um retrato de Sérgio Almeida, da autoria do companheiro Jorge Miguel.

Segundo o comunicado, “a visita do Governador Sérgio Almeida, apesar de realizada a dois tempos e nas condições em que o foi, não deixou de ser um momento alto na vida do clube e de constituir um incentivo para prosseguirmos o nosso caminho, aproveitando aquilo que este ano difícil ano de 2020-21 reforçou na nossa ação: a solidariedade com os mais necessitados, a resiliência, a capacidade de adaptação, o espírito de companheirismo e um certo alargar de horizontes que a comunicação digital nos proporcionou”.

“Mesmo em condições diferentes e difíceis, confirmou-se que ‘O Rotary abre oportunidades’”, como sublinha o texto enviado ao labor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...