Gondomar SC, 1 – AD Sanjoanense, 0

Jogo no Estádio S. Miguel, em Gondomar.

Árbitro: Tiago Martins, auxiliado por Romeu Silva e António Arantes (AF Braga).

Gondomar SC: Ricardo Neves, Xico, Khang, Igor, Huguinho, Zé Pedro, Tiago Gomes, Fabinho, Jorge Monteiro, Ângelo, Zakari.

Suplentes; Fábio Santos, Miguel Silva, Fábio Borges, João Abreu, Sala, Hulk, Niang.

Treinador: Américo Soares.

AD Sanjoanense: Diogo Almeida, Aldair, Rúben, Godinho, Gil Barros, Barbosa, George, Danso, Tarcísio, Mário Correia, Márcio.

Suplentes: Rui Mota, Sandro, Jota, Paulinho, Zé Leite, Nonato, Sam.

Treinador. Sérgio Machado.

Ao intervalo: 1-0.

Cartão amarelo para Barbosa (13’), Jorge Monteiro (34’), Diogo Almeida (39’), Tiago Gomes (60’), Fábio Borges (72’), Aldair (75’), Ricardo Neves (87’), Huguinho (88’).

Marcador: Zé Pedro (39’ gp).

Uma grande penalidade convertida perto do intervalo, ditou a derrota da Sanjoanense na deslocação a Gondomar, que voltou a perder pontos na luta pela subida à Liga 3, deixando a equipa de S. João da Madeira a fazer contas para a última jornada.

Com a formação da casa na última posição e praticamente sem possibilidades de chegar aos lugares de promoção, cabia aos alvinegros assumir as despesa do jogo e foram os visitantes que entraram a pressionar. Com Élder Santana ausente devido a lesão, Mário Correia ocupou o lugar do melhor marcador na frente do ataque alvinegro e não demorou a incomodar Ricardo Neves. Com menos de um minuto de jogo, em resposta a um cruzamento de Márcio para o coração da área, o avançado tenta o desvio de primeira, mas o remate sai fraco e à figura do guardião da casa.

Para o Gondomar era quase uma partida para cumprir calendário, mas a equipa da casa não se acomodou e aos quatro minutos mostrava a intenção de discutir o resultado, com um remate de Zakari a rasar o poste direito da baliza à guarda de Diogo Almeida.

Apesar do jogo dividido e de poucas situações de perigo, aos 39 minutos um balde de água fria caía sobre os homens de S. João da Madeira, com o árbitro da partida a assinalar grande penalidade, pouco depois de Diogo Almeida negar o golo a Ângelo. Zé Pedro assumiu a responsabilidade e aproveitou o castigo para colocar a formação da casa na liderança.

Na segunda parte a Sanjoanense apresentou-se mais forte e esteve perto de chegar à igualdade, com a melhor ocasião a surgir por volta do minuto 60, quando um cabeceamento de Rúben, em resposta a um livre, obrigou Ricardo Neves a uma excelente exibição.

Até ao final os alvinegros tentaram chegar à igualdade, mas foi o Gondomar, já em tempo de compensação, que poderia ter ampliado a vantagem, com Diogo Almeida a esticar-se para desviar o remate de João Abreu.

A derrota deixa a Sanjoanense a fazer contas para a última jornada, com a receção ao S. João de Ver, atual líder da série 3. Só a vitória interessa aos alvinegros, que precisam vencer por uma diferença de dois golos para garantirem a subida à Liga 3, caso contrário ficam dependentes do resultado do Leça, que não pode vencer o Gondomar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...