“Unhas Negras”, de João da Silva Correia (reedição do Município)

“As mãos que começaram a dar forma à cidade que hoje somos… A criação do concelho de S. João da Madeira, em 1926, é indissociável da força da sua indústria, já então reconhecida a nível nacional e que assentava, em grande medida, na chapelaria.

Essa realidade está na base do romance “Unhas Negras”, obra maior de João da Silva Correia, escritor e jornalista sanjoanense que retratou de forma ímpar a dura vida dos operários das fábricas de chapéus, impregnada – recorrendo a palavras do próprio autor – de ‘muito suor e muitas lágrimas’, que constituíram inegavelmente um ‘cimento forte’ nas fundações da nossa terra, dando consistência à ‘sapata’ desses alicerces”, refere Jorge Sequeira, presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, no prefácio desta quarta reedição da obra.

Nota: à venda na Biblioteca Municipal, Museu da Chapelaria, Torre da Oliva (posto de turismo), Paços da Cultura e livrarias locais

 

 “Ver é ser visto: fragmentos essenciais”, de Eduardo Lourenço

DR

Antologia dos principais textos de uns dos mais marcantes pensadores da cultura portuguesa do século XX falecido no final de 2020. Seleção das principais questões e autores sobres os quais Eduardo Lourenço refletiu feita por Guilherme d’Oliveira Martins, um profundo conhecedor da obra do ensaísta e um dos seus amigos mais próximos.

Com prefácio de José Tolentino de Mendonça, os textos refletem sobre a saudade, Camões, Antero e Pessoa, entre outros, num livro de homenagem a Eduardo Lourenço e que introduz de forma privilegiada o leitor no seu pensamento. Uma excelente introdução que permite aos que queiram aprofundar as leituras das suas obras que o façam com maior segurança e conhecimento.

https://www.wook.pt/livro/ver-e-ser-visto-eduardo-lourenco/24754261?a_aid=5fd7b0d10f7fa

“Demasiado”, de Emily Gravett

DR

As gralhas Mia e Artur estão a construir um ninho. Depois de usarem a lama, os galhos e as ervinhas habituais, depressa se convencem de que lhes faltam coisas. Assim, decidem juntar mais e mais à pilha.

De relógios de cuco a esfregonas e meias, passando por um carrinho de bebé e até um carro de verdade, a sua busca parece não ter fim.

Até que acontece o inevitável… estrondo.

https://www.wook.pt/livro/demasiado-emily-gravett/24678622?a_aid=5fd7b0d10f7fa

Nota: estes livros estão disponíveis na Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo (BMRA) e podem ser requisitados por email (bibliotecamunicipal@cm-sjm.pt),telefone (256200890/962146410) ou através da página da BMRA
na internet em http://sjmadeira.bibliopolis.info/#Catalogo

http://bibliotecasjmadeira.blogspot.com/

https://www.facebook.com/biblioteca.sjm

https://www.instagram.com/biblioteca.saojoaodamadeira/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...