A sessão final do Parlamento dos Jovens do Ensino Secundário realizou-se no dia 25 de maio por videoconferência a partir da Assembleia da República.

Os três alunos da Escola Básica e Secundária Dr. Serafim Leite, integrados na Delegação de Aveiro, têm um percurso académico ligado a este projeto nacional que visa promover a educação para a cidadania e o interesse dos jovens em debater temas da atualidade.

“Desde muito novos” que a Sofia Paiva (12.º B), o José Pedro Santos e a Diana Cardoso (12.º A) “se dedicaram, de alma e coração, a este programa”, por isso, esta última participação provocou “uma sensação diferente e melancólica no espírito de todos”. Uma sensação que “logo desvaneceu” ao reencontrarem os jovens alunos das outras três escolas representantes do distrito de Aveiro (Agrupamento de Escolas Soares Basto, Oliveira Júnior e Coelho e Castro) e deu lugar “a adrenalina e a responsabilidade de uma missão que passava por defender as medidas do Círculo Eleitoral, nesta Sessão Nacional, por marcar presença na mesa dos Deputados com uma questão sugestiva, por argumentar em prol das melhores medidas que, na sua ótica, melhor preencheriam a Recomendação Final à Assembleia da República, assim como refutar as que não consideravam pertinentes”, deram a conhecer Cristina Correia e Dina Sarabando, professoras do Agrupamento Dr. Serafim Leite, em comunicado enviado ao labor.

Os deputados deram início aos trabalhos parlamentares assistindo à abertura solene do plenário encabeçada por Ferro Rodrigues, presidente da Assembleia da República, bem como às intervenções dos convidados Firmino Marques, presidente da Comissão de Educação, Ciência, Juventude e Desporto; João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e Desporto; e Ilda Figueiredo, economista, professora e antiga Deputada à Assembleia da República e ao Parlamento Europeu. Ao longo da sessão, 12 deputados porta-vozes de cada círculo questionaram e receberam respostas dos deputados representantes de cada um dos partidos. Posteriormente, iniciou-se o debate sobre a “Violência Doméstica e no Namoro: como garantir o respeito e a igualdade?”, recordando que em Aveiro, o Projeto de Recomendação aprovado era da autoria deste agrupamento de escolas sanjoanense. “O nosso caro distrito saiu claramente a vencer na luta contra esta execrável violência que urge combater, uma vez que apenas uma das nossas quatro medidas foi objeto de uma proposta de eliminação, tendo todas as outras passado, diretamente, ao Projeto de Recomendação final”, contaram as professoras, explicando que foi  “com grande satisfação que, até, a nossa única medida questionada, passou para a referida Recomendação (quatro num total de 17 em que se incluem todos os distritos, além dos círculos da Europa e Fora da Europa)”.

A viagem de regresso deu lugar a uma outra pelas “lembranças de tantos momentos, das muitas alegrias, lutas, derrotas, mas, sobretudo, das imensas vitórias que estas atividades nos trouxeram – vitórias de mais conhecimento, mais solidariedade e intervenção, maior empenho, crescimento pessoal e de um sentimento de pertença, ainda mais lato, a um Agrupamento, a um município, a um distrito e a um país que se chama Portugal”, revelaram Cristina Ferreira e Dina Sarabando, concluindo que “o certo é que mais uma vez se fez História na nossa própria História e na História coletiva da Serafim Leite, terminando com a melhor sensação: a do dever bem cumprido”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...