Clara Reis é recandidata pelo PS à Assembleia Municipal

Autárquicas 2021

0
201

Tal como o labor tinha adiantado na anterior edição, Clara Reis será proposta na próxima reunião da Comissão Política Concelhia (CPC) como recandidata à presidência da Assembleia Municipal (AM) nas próximas autárquicas, sendo praticamente certa a aprovação dessa proposta, apurou o nosso jornal junto de fonte ligada ao Partido Socialista (PS).

A professora sanjoanense, licenciada em Línguas, Literaturas e Linguística Germânica e fundadora da Escola Inglesa, volta assim a encabeçar a lista socialista a este órgão a que preside desde 2017, quando o PS venceu as eleições autárquicas com maioria absoluta.

Durante este mandato, Clara Reis destacou-se pela criação da Assembleia Municipal Jovem, um projeto que visa a aproximação das novas gerações de estudantes à vida política autárquica. Outro dos destaques vai para a aproximação da população e da comunidade escolar às comemorações do 25 de Abril.

Contactado pelo nosso jornal, Rodolfo Andrade, o número um da concelhia do PS, confirmou que o nome de Clara Reis será proposto à CPC local, que reunirá dentro de semanas.

O também líder da bancada do PS na AM destacou que “a professora Clara Reis tem desempenhado um trabalho absolutamente notável na presidência da Assembleia Municipal, que fica marcado pela dinâmica e pela proximidade à população”.

RECANDIDATURA DE JORGE SEQUEIRA À CÂMARA APROVADA POR UNANIMIDADE E ACLAMAÇÃO

DR

Recorde-se – tal como o nosso jornal noticiou em primeira mão na sua última edição – a Comissão Política Concelhia do PS aprovou, por unanimidade e aclamação, também a recandidatura de Jorge Sequeira à presidência da câmara municipal (CM).

A propósito, o presidente da concelhia do PS afirmou em comunicado: “Estamos a concluir um primeiro mandato muito positivo, apesar dos constrangimentos da pandemia”, destacando que “não faria sentido o partido pensar noutro candidato que não Jorge Sequeira”.

Rodolfo Andrade salientou ainda o trabalho realizado ao longo dos últimos quatro anos. Como referiu, “esta candidatura será de continuidade no rumo e no trabalho realizado, mas a pensar no futuro de S. João da Madeira e dos sanjoanenses”.

CANDIDATURA À JUNTA CONTINUA NO FEMININO?

Como o labor também anunciou é já praticamente impossível que a estrutura do partido aceite uma eventual proposta para a recandidatura de Helena Couto. Trata-se de uma decisão interiorizada pela esmagadora maioria dos membros da CPC há alguns meses, designadamente a partir do momento em que a presidente da junta de freguesia (JF) entrou publicamente em rota de colisão com Jorge Sequeira.

Entretanto, segundo a fonte anteriormente referida, tudo indica que a vontade do partido aponte para “manter a candidatura no feminino”, ou seja, a lista para a JF deverá ser novamente liderada por uma mulher.

Muito proximamente este assunto terá que ser resolvido sendo expectável que na próxima reunião da CPC a proposta esteja já em cima da mesa com um nome em concreto.

Na próxima semana esperamos ter condições para manter este tema na agenda noticiosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...