O Dínamo Sanjoanense e a Associação Desportiva Sanjoanense fazem parte do lote de 49 clubes aveirenses que foram reconhecidos pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), como Entidades Formadoras Certificadas.

Ambas as coletividades receberam, pela terceira época consecutiva, a certificação, sendo que o Dínamo Sanjoanense melhorou a sua classificação relativamente à temporada anterior passando de três para quatro estrelas, as mesmas que o clube alvinegro tem vindo a receber desde o início.

Com este reconhecimento o Dínamo Sanjoanense passa, assim, a ser o primeiro clube de futsal do distrito de Aveiro a receber por parte da FPF a distinção quatro estrelas melhoria que, segundo Paulo Moreira, presidente da coletividade, reflete o “incremento de qualidade na organização logística e desportiva” do clube. “Este reconhecimento significa que o nosso trabalho não tem sido em vão e é reconhecido pelas entidades competentes”, frisa o dirigente, que desvaloriza o facto do Dínamo ser o primeiro clube de futsal de Aveiro a alcançar a certificação quatro estrelas. “Não é isso que nos move. Todas as épocas tentamos ser melhores, mas por nós, pelos atletas e pelas pessoas que estão connosco. No fundo é pelo clube, que deve traçar o seu caminho sem pensar nos outros”, sublinha, Paulo Moreira, que numa época em que a formação foi fortemente afetada pela pandemia, admite que a passagem de três para quatro estrelas “não foi fácil”, mas o empenho e trabalho na “melhoria dos critérios obrigatórios”, permitiu ao clube “subir mais um patamar na classificação como entidade formadora”.

Já o departamento de futebol de formação da Associação Desportiva Sanjoanense foi avaliado pela FPF, pela terceira época consecutiva com quatro estrelas, certificação que, para os dirigentes, “é o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido nos últimos anos”, que tem permitido ao clube “manter um estatuto que poucos têm conseguido ter consecutivamente”.

Para o coordenador do futebol de formação do clube alvinegro, é o culminar de um trabalho de “10 meses”, e do qual a Sanjoanense se pode “orgulhar”. “Temos sido um exemplo a nível nacional”, frisa o responsável, sublinhando, no entanto, que a certificação “nem sempre é valorizada” e que “nem todos conseguem lá chegar”.

E numa época repleta de dificuldades, “sem patrocinadores e sem público”, manter o estatuto de clube formador quatro estrelas revelou-se um desafio, mas a Sanjoanense ultrapassou as dificuldades e já prepara a próxima temporada “tendo como objetivo a subida aos campeonatos nacionais das suas equipas de formação”. Meta que o clube pretende que continue a ter por base o “crescimento dos jovens como atletas e seres humanos”. “Esta foi, sem dúvida, a mais difícil de todas as épocas. Sem competição, com treinos condicionados e vários atletas com receio de regressar. Felizmente fizemos o nosso papel enquanto clube certificado e, neste momento, temos de estar satisfeitos”, explicou Élio Almeida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...