Sara F. Costa é a candidata do BE

0
524

A escritora e ativista Sara F. Costa é a candidata do Bloco de Esquerda (BE) à Câmara Municipal de S. João da Madeira.

O secretariado concelhio do partido anunciou a escolha através de comunicado enviado ao fim da tarde desta terça-feira ao labor.

Sara F. Costa tem 33 anos, é natural da Vila de Cucujães, mas fez todo o percurso escolar em S. João da Madeira. É licenciada em Estudos Orientais pela Universidade do Minho, mestre em Estudos Interculturais Português/Chinês pela Universidade do Minho e Universidade de Línguas Estrangeiras de Tianjin, China, e doutoranda em Relações Internacionais na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa. A experiência de ensino começou na Universidade do Minho e no Instituto Politécnico de Leiria. Foi diretora executiva do Centro de Língua Chinesa Portal Martim Moniz. É cronista no jornal Hoje Macau. Fez parte de várias organizações não governamentais onde desenvolveu projetos de ativismo pelos direitos dos jovens em diversos países europeus, enquadrados no programa fundado pela União Europeia “Juventude em Ação”. Um outro lado de Sara F. Costa é a escrita, prosa ou poesia, através da qual já venceu por três vezes o Prémio Literário João da Silva Correia de S. João da Madeira. Por isso, a escritora e poetisa é bem conhecida dos sanjoanenses.

O seu programa eleitoral “defende mais e melhor habitação, promove a consciência ambiental e um concelho amigo dos animais”, segundo o comunicado enviado pelo BE. Um dos objetivos da sua candidatura é fixar mais jovens na cidade. “Estão mais vulneráveis à precariedade laboral no atual cenário político e são uma energia potenciadora de muito crescimento, precisamos que se fixem e gostem de viver e trabalhar no concelho, que possam construir a sua família junto à família que já têm”, defende Sara F. Costa. O ambiente e o bem-estar animal também são prioridades para si. “É importante que existam medidas para que todos possam cuidar dos seus animais nas melhores condições. Em vez de meras ações simbólicas como criar albergues que não servem para gatos porque estes são territoriais. É necessário compreender as necessidades que as famílias têm em cuidar dos seus animais e responder às suas dificuldades. No fundo, trabalhar em conjunto para o bem-estar de todos”, referiu a candidata bloquista. Sara F. Costa também quer alargar os apoios sociais a mais pessoas; construir verdadeiras ciclovias com sistema de bicicletas partilhadas; trazer mais cultura e valorizar os valores culturais e artísticos do concelho; criar verdadeiros espaços verdes e uma maior capacidade de incorporar hortas urbanas, áreas verdes e reservas agrícolas, possíveis de se desenvolver, por exemplo, entre o Orreiro e Casaldelo. A candidata defende “verdadeiros parques verdes que melhorem o ambiente e sejam virados para o usufruto da comunidade, ao contrário de jardins que servem apenas de adorno a negócios imobiliários que a câmara quer promover”. A candidata considera ainda que o acesso a bens públicos essenciais como água, educação e saúde “não podem ser um negócio”. O BE termina apelando “aos sanjoanenses para que ajudem a criar um concelho mais vivo, justo e inclusivo, garantindo que “está nas mãos de todos nós alcançarmos estes objetivos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...