O processo eleitoral para a escolha da nova direção do Agrupamento de Escolas (AE) Dr. Serafim Leite veio à baila pela voz da oposição nesta última reunião de câmara. Paulo Cavaleiro não quis comentar as duas candidaturas, mas, uma vez que houve uma “disputa” renhida, é de opinião que “a autarquia devia ter auscultado a oposição” antes de votar na qualidade de membro do conselho geral.

A vereadora da Educação não tardou em responder ao vereador da coligação PSD/CDS-PP. “Se [a oposição] não foi ouvida neste processo também não o foi nos outros e desconheço que algum dia o tenha sido”, disse Irene Guimarães.

Além do mais, “não tenho qualquer conhecimento, até ao momento, de qualquer anomalia que se tenha passado em quaisquer dos conselhos gerais onde tenham decorrido estes processos de eleição ou de recondução”, acrescentou, assegurando ainda que tanto o processo do AE Dr. Serafim Leite como os dos outros dois agrupamentos foram democráticos, transparentes e muito participados.

Note-se que Helena Resende e Ana Magda Jorge são as novas diretoras, respetivamente, dos AE Dr. Serafim Leite e João da Silva Correia, enquanto o antigo diretor do AE Oliveira Júnior, Mário Coelho, foi reconduzido no cargo (ver também página 12).

“Câmara não deve emitir juízos de preferência”

Jorge Sequeira não quis se alongar muito sobre o assunto, uma vez que entende que “a câmara não deve emitir juízos de preferência publicamente para não dividir a comunidade educativa”.

Acerca das eleições no AE Dr. Serafim Leite, o autarca apenas adiantou que as duas candidatas (Anabela Brandão e Helene Resende) lhe pediram uma “audiência”, que as ouviu e que “a ambas disse que não iria revelar o meu sentido de voto para não prejudicar a vida interna da escola, para manter a coesão da escola e para que a câmara não fosse usada por uns contra outros no processo eleitoral”.

Ainda a propósito, Jorge Sequeira agradeceu aos diretores, adjuntos e assessores cessantes “pelo esforço e pela dedicação em prol da educação de S. João da Madeira”. O mesmo “reconhecimento público” foi feito por Irene Guimarães.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...