CD Cucujães, 4 – AD Sanjoanense B, 2

Jogo no Pavilhão do CD Cucujães.

Árbitro: Pedro Silva (AP Porto).

CD Cucujães: Bruno Sá, Francisco Estrela, Simão Pinho, Luís Pinheiro, Josué Monteiro.

Suplentes: João Guimarães, André Soares, Francisco Pinto, David Sá.

Treinador: Augusto Reis.

AD Sanjoanense B: Marcelo Silva, Luís Filipe, Duarte Terra, Tiago Gaspar, Gonçalo Ribeiro.

Suplentes: André Couto, Bruno Brandão, Bernardo Pereira, Daniel Pires, Alexandre Barreira.

Treinador: Franklin Silva.

Ao intervalo: 1-0.

Cartão azul para Francisco Pinto (40’).

Marcadores: Simão Pinho (15’, 44’), Luís Pinheiro (31’), Luís Filipe (40’), Francisco Estrela (47’), Gonçalo Ribeiro (49’).

Faltas: CD Cucujães, 10 | AD Sanjoanense B, 7.

Depois da vitória do dia anterior frente ao líder, a Sanjoanense foi surpreendida na deslocação a Cucujães (4-2) e perdeu a liderança da classificação e a possibilidade de garantir a subida direta à 2.ª Divisão Nacional.

Num jogo bastante equilibrado, começou melhor a formação alvinegra, que nos cinco minutos iniciais criou uma série de situações de perigo, com Bruno Sá a ser preponderante para que o nulo fosse persistindo no marcador. A equipa da casa equilibrou o jogo e pouco antes do primeiro quarto de hora Simão Pinho teve duas boas ocasiões para inaugurar o marcador, que acabaria, no entanto, por entrar em funcionamento momentos depois. Aos 15 minutos uma perda de bola permite o contra-ataque rápido e em superioridade numérica do Cucujães, que inaugura o marcador por intermédio de Simão Pinho, numa combinação com Luís Pinheiro.

A Sanjoanense reagiu e tentou chegar à igualdade, mas Bruno Sá foi mantendo a vantagem que, apesar de escassa, acabaria por persistir até ao intervalo.

O resultado não servia à Sanjoanense, que regressou dos balneários com vontade de rapidamente chegar à igualdade, mas foram os homens da casa que mais perto estiveram do golo. Se aos três minutos Simão Pinho não teve a calma necessária para bater Marcelo Silva, em resposta a um ataque isolado, aos seis Luís Pinheiro não desperdiçou um livre para ampliar a vantagem e complicar ainda mais o trabalho da Sanjoanense.

Os homens de Franklin Silva tentaram reagir e aos 15 minutos, também de bola parada, fruto de um livre que resultou do cartão azul mostrado a Francisco Pinto, Luís Filipe reduziu a diferença. Com um jogo rápido, os alvinegros pareciam estar no caminho da recuperação, mas dois golos dos locais nos últimos minutos do encontro praticamente deitaram por terra a possibilidade de recuperar da desvantagem. Antes do apito final Gonçalo Ribeiro ainda marcou o segundo da Sanjoanense, enquanto Luís Filipe enviou a bola ao ferro na marcação de mais um livre.

Com este resultado e a vitória do Termas em Vila Boa do Bispo (5-1) a Sanjoanense caiu para a segunda posição e vai disputar mais uma “final” na luta pela subida à 2.ª Divisão. A fase de apuramento realiza-se no Luso, no próximo fim de semana, e conta com os segundos classificados das restantes três zonas (GDC Fânzeres, UF Entroncamento e Marítimo SC), que vão lutar por uma das duas vagas que dão acesso à 2.ª Divisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...