O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) recebeu ontem, dia 14 de julho, a visita de Dionísio Cumba, ministro da Saúde da Guiné Bissau. Uma visita orientada por Miguel Paiva, presidente do Conselho de Administração do centro hospitalar, onde o governante guineense teve a oportunidade de conhecer o funcionamento da instituição, tendo sido exploradas possibilidades de cooperação. Da parte de Dionísio Cumba foi dado
a conhecer o modelo organizativo do sistema de saúde do seu país, no qual são reconhecidas graves carências de recursos, tanto em termos de profissionais como de instalações e equipamentos.
Entre ambos ficou acordado que, a curto prazo, o Governo Guineense e o CHEDV irão definir um programa de cooperação que inclua a vertente de formação de pessoal clínico, seja através da disponibilização de estágios a profissionais guineenses no CHEDV, seja através da deslocação de profissionais do CHEDV à Guiné Bissau, para formação presencial.

DR

Para Miguel Paiva “a cooperação com os países do espaço CPLP é, antes de mais, uma obrigação de solidariedade lusófona que nos cabe a todos”. “Apesar das nossas dificuldades, sabemos que os problemas dos nossos irmãos guineenses são incomensuravelmente maiores do que os nossos, pelo que iremos apoiar a formação dos profissionais dos hospitais daquele país tanto ao nível médico, como da enfermagem e da gestão”, assumiu o presidente do centro hospitalar.
Neste encontro esteve ainda presente Emídio Sousa, presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, que “se comprometeu no apoio às iniciativas de cooperação no âmbito da saúde, como de outras que sejam identificadas, lembrando, a propósito,
a geminação com o município de Catió, naquele país africano”, segundo comunicado enviado pelo centro hospitalar ao labor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...