AD Sanjoanense B, 6 – Termas OC, 1

Jogo no Pavilhão da AD Sanjoanense.

Árbitro: Jerónimo Moura (AP Porto).

AD Sanjoanense B: Marcelo Silva, Luís Filipe, Duarte Terra, Tiago Gaspar, Gonçalo Ribeiro.

Suplentes: André Couto, Bruno Brandão, Bernardo Pereira, Daniel Pires, Alexandre Barreira.

Treinador: Franklin Silva.

Termas OC: Ricardo Pereira, Armando Quintanilla, José Barreto, Manuel Neves, João Teles.

Suplentes: Gonçalo Pereira, Hugo Amaral. João Silva, Tiago Ribeiro, Fábio Vieira.

Treinador: Tiago Sousa.

Cartão azul para João Teles (32’). Luís Filipe (35’), Bernardo Pereira (49’).

Marcadores: Duarte Terra (16’, 36’), Armando Quintanilla (24’), Luís Filipe (32’), Alexandre Barreira (34’, 36’), Tiago Gaspar (36’).

Faltas: AD Sanjoanense B, 12 | Termas OC, 10.

A Sanjoanense recebeu e venceu (6-1) o Termas OC, líder da Zona B, e ascendeu ao primeiro lugar da classificação, posição que deixava a equipa alvinegra a depender apenas de si para garantir a subida direta à 2.ª Divisão Nacional. Mas apesar do resultado dilatado, não foi um jogo fácil para os homens de Franklin Silva, que só na segunda parte se distanciaram no marcador depois de uma igualdade a uma bola registada nos 25 minutos iniciais.

Com um início equilibrado, as primeiras alterações no marcador surgiram depois do primeiro quarto de hora, quando um forte remate de Duarte Terra, aos 16 minutos, deu vantagem à equipa da Sanjoanense, que conseguiu manter a liderança praticamente até ao intervalo. Parecia que os alvinegros iam começar a segunda parte em vantagem, mas a seis segundos do descanso uma excelente finalização de Armando Quintanilla repunha a igualdade (1-1) no marcador.

O regresso dos balneários trouxe uma Sanjoanense mais acutilante, que podia ter visto os visitantes chegarem à vantagem, não fosse Marcelo Silva defender o livre de João Teles, resultado da décima falta dos alvinegros. A resposta dos locais foi imediata e surgiu também de bola parada quando aos sete minutos um cartão azul mostrado a João Teles resulta num livre que Luís Filipe aproveitou para voltar a colocar a Sanjoanense no comando, vantagem que Alexandre Barreira ampliou (3-1) momentos depois.

Os locais pareciam ter o jogo controlado e dois minutos volvidos, a jogar em powerplay, resolveram o encontro com três golos consecutivos, já depois de Luís Filipe ter desperdiçado a décima falta do Termas para bisar na partida e de receber um cartão azul que Fábio Vieira podia ter aproveitado para reduzir a desvantagem.

Sem grandes oportunidades até ao final da partida, uma das melhores ocasiões dos visitantes surgiu já no último minuto do encontro, com Manuel Neves a desperdiçar um livre, resultado do cartão azul mostrado a Bernardo Pereira, para chegar ao segundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...