O Centro Local de Apoio a Migrantes (CLAIM) entra em funcionamento a 4 de agosto na Biblioteca de Fundo de Vila. O atendimento será feito todas as quartas-feiras, das 9h00 às 17h00, com interrupção para almoço, por recursos humanos da Junta de Freguesia de S. João da Madeira devidamente formados para o efeito.
De acordo com os dados mais atualizados da Pordata e do SEF, referentes a 31 de dezembro de 2019, S. João da Madeira tinha 678 cidadãos estrangeiros (322 homens e 356 mulheres) a residir no seu território com autorização válida de residência.
Tendo em conta o número crescente de pedidos de atestados de residência que chegaram até si nos últimos dois anos, Helena Couto acredita que o número é muito maior. Por isso, “acho que vai ser muito importante (a criação do CLAIM) para S. João da Madeira”, considerou a presidente Helena Couto ao labor.
Recorde-se que a Junta de Freguesia sanjoanense é a primeira do país a implementar um CLAIM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...