“Não é um subsídio. É um crédito dado para consumo no comércio local”, esclareceu o cabeça de lista da candidatura “A Melhor Cidade do País” após anunciar que, caso seja eleito, dará 750 euros a cada criança nascida no concelho. Este será um “dois em um”, digamos assim, uma vez que representa um apoio à natalidade e, ao mesmo tempo, ao comércio de rua, um dos mais afetados pela pandemia.
Liderada por João Almeida, a candidatura aos órgãos autárquicos de S. João da Madeira, apoiada pelo PSD, CDS-PP e Iniciativa Liberal, bem como diversos independentes, deu a conhecer publicamente, na passada terça-feira, as linhas mestras do seu projeto político para a cidade e a freguesia.

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...