UD Oliveirense, 2 – AD Sanjoanense, 0

Jogo no Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis.

Árbitro: Humberto Teixeira, auxiliado por Manuel Soares e João Martins (AF Porto).

UD Oliveirense: Kadú, Gonçalo Pimenta, Simão Fernandes, Raniel, Filipe Maio (Vasco Gadelho, 65’), Filipe Alves, Marcelo Marques (Andrezo, 77’), Duarte Duarte (João Serrão, 77’), Jaiminho, Luizinho (Luisinho, 88’), João Paredes (Filipe Marques, 88’).

Suplentes: Nuno Silva, João Serrão, Tiago Duque, Luisinho, Filipe Marques, Vasco Gadelho, Diogo Andrezo.

Treinador: Fábio Pereira.

AD Sanjoanense: Fábio Matos, Danrlei, André Paço, Edgar, Diogo Brito, Ousmane (Pedro Pinho, 65’), Jorge Pereira (Rúben Alves, 56’), Vítor Braga, Zé Pedro, Pardal (Diogo Teixeira, 65’), Didi (Bruninho, 25’).

Suplentes: Gabriel Souza, Fostinho Manga, Luis Ká, Pedro Pinho, Diogo Teixeira, Rúben Alves, Bruninho.

Treinador: Pedro Duarte.

Ao intervalo: 1-0.

Cartão amarelo para Filipe Maio (25’), Bruninho (45’+1’), Jaiminho (51’), Pedro Pinho (66’).

Marcadores: Luizinho (42’), Jaiminho (46’).

Uma semana depois de ter sido afastada da Taça de Portugal, a Sanjoanense procurava redimir-se do mau resultado realizado em Cantanhede frente ao Ança, mas o conjunto alvinegro somou mais uma derrota na deslocação a Oliveira de Azeméis num encontro a contar para a quarta jornada do campeonato.

Com uma primeira parte escassa em oportunidades, entrou melhor a Oliveirense que, ainda assim, só à passagem do primeiro quarto de hora chegou com perigo à baliza alvinegra com Jaiminho, à entrada a pequena área, a atirar por cima da trave. Duarte Duarte tentou fazer melhor momentos depois, mas o pontapé saiu às malhas laterais à guarda de Fábio Matos, que na reposição da bola com um pontapé quase de ponta a ponta viu Zé Pedro rematar ao lado.
Mais acutilante, a Oliveirense era a equipa que parecia estar mais perto do golo e a cinco minutos do intervalo confirmou isso mesmo. Após numa progressão pelo corredor direito com transição para a zona central, Jaiminho cruza para Luizinho que, à entrada da área e depois de tirar um adversário da frente, bate Fábio Matos com um forte remate a entrar junto ao ângulo esquerdo da baliza alvinegra.

A reação dos visitantes surgiu em cima do intervalo, com Bruninho, à boca da baliza, a desviar para o fundo das redes uma assistência de André Paço, mas a equipa de arbitragem anulou o golo por suposto fora de jogo.

A Sanjoanense parecia dar indícios de reagir à desvantagem, mas com o arranque da etapa complementar veio o segundo da Oliveirense, que deixou ainda mais difícil a recuperação dos homens de Pedro Duarte. Numa jogada de insistência, Jaiminho, à entrada da baliza e em desequilíbrio, desvia para o fundo das redes um passe devolvido por Duarte Duarte.

A Sanjoanense ressentiu-se com o segundo golo, mas procurou reduzir a desvantagem e aos 63 minutos teve uma das melhores ocasiões para marcar, mas Danrlei, apenas com Kadú pela frente, não conseguiu desviar o passe de Rúben Alves.

Pouco depois o brasileiro esteve melhor com um cabeceamento a obrigar o guardião da casa a uma defesa apertada.

No próximo fim de semana o campeonato sofre nova paragem para a realização da 2.ª eliminatória da Taça de Portugal, competição da qual a Sanjoanense já foi afastada.

Pedro Duarte deixa Sanjoanense

Depois de ter sido afastada da Taça de Portugal, a derrota com a Oliveirense, a terceira em quatro jogos para a Liga 3, teve consequências com a saída do treinador Pedro Duarte.

O técnico, de 41 anos, que em julho assumiu o comando da equipa, não resistiu aos maus resultados, entre os quais o afastamento da Taça de Portugal na primeira eliminatória da prova, com uma equipa da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Coimbra. Num comunicado, a administração da AD Sanjoanense Futebol – SAD informou que chegou a acordo com o treinador Pedro Duarte para a rescisão do contrato que ligava ambas as partes, agradecendo “todo o profissionalismo e dedicação ao clube”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...