SL Benfica, 9 – AD Sanjoanense, 5

Jogo no Pavilhão Fidelidade, Lisboa.

Árbitros: Paulo Carvalho (AP Leiria) e Teófili Casimiro (AP Ribatejo).

SL Benfica: Rodrigo Vieira, Diogo Rafael, Carlos Nicolia, Lucas Ordoñez, Gonçalo Pinto.

Suplentes: João Seixas, Eduard Lamas, Pablo Álvarez, Pol Manrubia, Daniel Oliveira.

Treinador: Nuno Resende.

AD Sanjoanense: Tiago Freitas, João Lima, Zé Miguel Gonçalves, João Pedro Pereira, Pedro Cerqueira.

Suplentes: Marco Lopes, Tiago Almeida, Luís Filipe, João Ramalho, Rafael Lourenço.

Treinador: Vítor Pereira.

Ao intervalo: 6-1.

Cartão azul para Pablo Álvarez (9’).

Marcadores: Lucas Ordoñez (5’, 7’), Gonçalo Pinto (5’), Tiago Almeida (9’, 17), Eduard Lamas (12’), Pablo Álvarez (17’), Carlos Nicolia (24’, 30’), Diogo Rafael (27’), Pol Manrubia (36’), Rafael Lourenço (39’, 40’), Luís Filipe (45’).

Faltas: SL Benfica, 9 | AD Sanjoanense, 10.

O arranque oficial da nova época desportiva não começou da melhor forma para a Sanjoanense, que sofreu uma pesada derrota (9-5) na deslocação a Lisboa para defrontar o Benfica.

A jornada inaugural do campeonato não se esperava fácil para os alvinegros, que tinham pela frente um dos candidatos ao título, e os minutos iniciais da partida confirmaram isso mesmo. Com uma forte entrada, os locais criaram uma série de oportunidades e com sete minutos de jogo já venciam por 3-0, com dois golos de Lucas Ordoñez e um de Gonçalo Pinto pelo meio.

Mais perigoso, o Benfica ia ameaçando e ainda enviou uma bola ao ferro, mas seria Tiago Almeida a reduzir de livre direto, resultado do cartão azul mostrado a Pablo Álvarez. O golo alvinegro não quebrou o ritmo dos encarnados, que em cinco minutos colocaram o marcador nos 5-1, primeiro por intermédio de Eduard Lamas e depois por Pablo Álvarez. Aos 24 minutos Carlos Nicolia fechou as contas ao intervalo (6-1) com uma sticada de longa distância.

A segunda parte começou praticamente com o sétimo golo dos homens de Nuno Resende, que ampliaram a vantagem momentos depois num lance de bola parada. Na sequência de uma grande penalidade Tiago Freitas ainda travou o remate de Carlos Nicolia, mas na recarga o argentino fez o oitavo das águias. Seis minutos depois o colega espanhol Pol Manrubia encerrava as contas para o Benfica (9-1), que até ao final do encontro viu os alvinegros encurtarem a diferença para quatro golos. No espaço de um minuto Rafael Lourenço bisou na partida (39’ e 40’) para de seguida Tiago Almeida colocar o marcador nos 9-4, momentos depois de Pablo Álvarez enviar mais uma bola ao ferro da baliza de Tiago Freitas. A cinco minutos do fim Luís Filipe fechou o marcador com o quinto dos alvinegos, que pouco depois ainda viram Marco Lopes negar o golo a Lucas Ordoñez na marcação de um livre direto.

Na próxima jornada, agendada para 26 de setembro, a Sanjoanense volta a jogar fora com uma deslocação a Barcelos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...