Paços de Ferreira, 2 – Dínamo Sanjoanense, 5

Jogo no Pavilhão Municipal de Paços de Ferreira.

Árbitros: Tiago Queirós e João Cunha.

Paços de Ferreira: Rúben Costa, João Sousa, Miguel Leal, Hugo Silva, Nelson Coelho.

Suplentes: Miguel Abreu, Miguel Tomás, Fábio Coelho, Bernardo Dias, Luís Ferreira, João Gomes, Vítor Campos.

Treinador: Jorge Garrido.

Dínamo Sanjoanense: Babas, Nando Costa, Chico Leitão, Tiago Silva, Felipe Simas.

Suplentes: Rui Capelas, Bruno Moreira, Valter Batista, Diogo Costinha, Diogo Tavares, Zé Paulo, Pedro Sousa.

Treinador: André Crud.

Ao intervalo: 0-3.

Cartão amarelo para Nelson Coelho (14’), Nando Costa (17’), Diogo Tavares (27’), Felipe Simas (36’). Cartão vermelho para Miguel Abreu (24’).

Marcadores: Tiago Silva (3’, 19’, 27’), Diogo Tavares (19’), Miguel Leal (25’), Nando Costa (32’), Vítor Campos (33’).

No regresso à 2.ª Divisão, o Dínamo Sanjoanense não teve grandes dificuldades para bater a formação do Paços de Ferreira na jornada inaugural do campeonato.

Com uma entrada forte, os homens de André Crud procuraram assumir o controlo do jogo e com três minutos começavam a construir o triunfo, com Tiago Silva a tirar um adversário da frente e, em posição frontal, a rematar para o fundo das redes.

Sem conseguirem anular a desvantagem, os locais acabariam por ver o Dínamo chegar aos 0-3 ainda na primeira parte, com dois golos a surgirem praticamente em cima do intervalo. Primeiro foi Diogo Tavares que aproveitou a baliza aberta para desviar um passe de Tiago Silva que, logo de seguida, bisou na partida.

O resultado dava tranquilidade ao conjunto de S. João da Madeira, mas com cinco minutos da segunda parte Luís Leal reduzia a desvantagem (1-3) num lance de bola parada. O golo não abalou o Dínamo Sanjoanense e a resposta não tardou, surgindo momentos depois pelos pés de Tiago Silva ao finalizar um rápido contra-ataque de Zé Paulo. Cinco minutos depois Nando Costa sentenciou a partida com o quinto dos visitantes, ao aparecer frente a Miguel Abreu para concluir uma assistência de Pedro Sousa.

Vítor Campos, aos 33 minutos, ainda fez os castores a acreditar na recuperação com o segundo dos locais, mas o resultado não sofreu mais alterações até ao final.

No próximo dia 25 o futsal está de regresso ao Pavilhão das Travessas com o Dínamo a receber a formação do Caxinas, jogo em que o público está de volta às bancadas.

Publico de regresso ao futsal no primeiro jogo em casa

De regresso à 2.ª Divisão, o Dínamo Sanjoanense procura esta época voltar ao convívio entre os grandes. Mais experiente, depois de uma passagem pelo principal escalão do futsal nacional, a equipa, agora orientada por André Crud, entrou com o pé direito no campeonato ao golear, em Paços de Ferreira, a formação local por 2-5.

No próximo sábado o Dínamo está de volta a casa para receber a equipa do Caxinas Poça Barca, que também desceu à 2.ª Divisão, num encontro que marca o regresso do público aos jogos de futsal no Pavilhão das Travessas.

Paulo Moreira, presidente do Dínamo Sanjoanense, acredita que será uma partida de “dificuldade enorme”. “Será, porventura, um autêntico jogo de 1.ª Divisão entre duas das melhores equipas deste campeonato, que mantiveram quase a totalidade do plantel”, refere o dirigente, garantindo que o grupo de trabalho “está ciente das dificuldades”, mas motivado. “Com toda a certeza darão o melhor dentro da quadra para atingir os nossos objetivos”, assegura Paulo Moreira.

O jogo realiza-se no próximo sábado, às 17h00, e será aberto ao público, mas com bilheteira, com os ingressos a terem um custo de 2,5 euros para não sócios e de 1,5 euros para associados. Em simultâneo o Dínamo Sanjoanense terá à venda o “cartão de época”, que “garante acesso a todos os jogos em casa sem ser necessário despender outro valor adicional durante a temporada”, explica Paulo Moreira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...