E garante “batalha política bastante intensa” neste novo mandato

Não teve os resultados que queria, mas também não deixou de sentir o “sabor da vitória”. É certo que a coligação PSD/CDS-PP/ IL perdeu as eleições, mas, em comparação com o que aconteceu há quatro anos, não só elegeu mais um vereador, como também encurtou a distância em relação ao seu principal “adversário”, o Partido Socialista (PS), tanto na câmara como nos outros dois órgãos autárquicos.

Neste novo mandato, o centrista João Almeida estreia-se como vereador, tendo do seu lado, e também como estreantes neste papel, Susana Lamas e Tiago Raúl Correia, ambos do Partido Social Democrata (PSD). Concorrendo pela coligação “A Melhor Cidade do País”, os três foram escolhidos pelos sanjoanenses nas autárquicas do passado domingo e, tal como todos os outros que foram eleitos para a Assembleia Municipal (AM) e a Assembleia de Freguesia (AF), têm “uma missão” para cumprir nos próximos quatro anos: “Conseguir que as pessoas estejam mais próximas da política e que não voltemos a ter o fenómeno que tivemos hoje, que foi o aumento da abstenção”.

As palavras são de João Almeida e foram proferidas cerca das 22h45, depois de serem conhecidos os resultados e também de Jorge Sequeira ter feito o seu discurso de vitória, com transmissão em direto no Facebook. Só por volta dessa hora é que as jornalistas presentes e também militantes e simpatizantes dos três partidos puderam entrar na sala do hotel Golden Tulip que serviu de quartel-general à coligação PSD/CDS-PP/IL. E isto, já João Almeida tinha ligado ao presidente reeleito “a dar os parabéns”, como o próprio fez questão de dizer logo no início da sua intervenção da noite eleitoral.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...