“Outono”, de Ali Smith

DR

Ela percebe-lhe um terrível abatimento nos olhos. Ele percebe que ela o percebe. Ele põe-se ainda mais severo. Abre uma gaveta, dela retira uma chapa laminada e coloca-a no balcão. Balcão Fechado. Isto não é ficção, diz o homem. Isto é a estação dos correios.”

Daniel tem a idade de um século. Elisabeth, nascida em 1984, está de olho no futuro. O Reino Unido e a Europa estão despedaçados, divididos por um verão histórico. Ganha-se amor, perde-se amor. A esperança caminha de mãos dadas com o desespero. As estações sucedem-se, como sempre, assim como as perguntas: Qual é o nosso valor? Quem somos? De que matéria somos feitos?

Eis o lugar em que vivemos. Eis o tempo na sua forma mais contemporânea e naquilo que tem de mais cíclico. Eis uma história sobre o envelhecer e o tempo e o amor e as próprias histórias. Este é o primeiro livro do quarteto.

Da imaginação única de Ali Smith nasce uma tetralogia feita a partir da ideia de transição, abrangente na sua escala temporal e marcada por um caminhar leve através das suas narrativas.

Eis o outono.

https://www.wook.pt/livro/outono-ali-smith/19310274?a_aid=5fd7b0d10f7fa

 

“Que Salazar era o Salazar de Fernando Pessoa?”, de Fernando Pessoa, compilação de Manuel S. Fonseca

DR

Fernando Pessoa vivia em Lisboa, animado pela centena de heterónimos que moravam dentro do seu espírito. Salazar estava no seu sossego monástico, em Coimbra. Até que, em 1926, alguns generais chamaram Salazar a Lisboa. Para ser ministro, primeiro, para mandar em Portugal, depois. Pessoa e Salazar, nunca se encontrando, partilharam então, a agitada vida do país, até 1935, ano da morte de Pessoa.

O que pensava Pessoa de Salazar? Amava-o ou odiava-o? Pessoa foi alguma vez salazarista ou fascista?

Este livro dá a palavra a Fernando Pessoa. Leia tudo o que Pessoa disse de Salazar. E disse e escreveu muito: por vezes, textos a ferver. Tanto que descobriu e nos revela três Salazares.

https://www.wook.pt/livro/que-salazar-era-o-salazar-de-fernando-pessoa-fernando-pessoa/25280745?a_aid=5fd7b0d10f7fa

 

“A minha avó é a melhor do mundo”, de Maria João Lopo de Carvalho

DR

A avó do Gil é a mais linda de todas avós. Seria a avó perfeita se não fosse tão mandona, se gostasse de jogar futebol e de fazer partidas. É preciso mudá-la. Mas, para mudar a avó, o Gil vai precisar de usar um feitiço muito arriscado. Será que consegue ter uma avó mais brincalhona? E se o feitiço se vira contra o feiticeiro e é o Gil que se transforma no rapaz mais ajuizado e responsável da turma?

https://www.wook.pt/livro/a-minha-avo-e-a-melhor-do-mundo-maria-joao-lopo-de-carvalho/18547894?a_aid=5fd7b0d10f7fa

 

Nota: estes livros estão disponíveis na Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo (BMRA) e podem ser requisitados por email (bibliotecamunicipal@cm-sjm.pt),telefone (256200890/962146410) ou através da página da BMRA
na internet em http://sjmadeira.bibliopolis.info/#Catalogo

http://bibliotecasjmadeira.blogspot.com/

https://www.facebook.com/biblioteca.sjm

https://www.instagram.com/biblioteca.saojoaodamadeira/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...