Exposição vai estar patente na Torre da Oliva de 16 de outubro a 27 de novembro  

 

Depois de Jaime: “vi uma cadela minha com lobos”, segue-se “35 Anos de Centro de Arte”. A inaugurar no próximo sábado, 16 de outubro, pelas 17h00, na Torre da Oliva, esta é a segunda de quatro exposições que fazem parte de um projeto do Centro de Arte de S. João da Madeira que conta com a parceria e produção do Centro de Arte Oliva/câmara municipal e o apoio da Direção-Geral das Artes (DGArtes)/República Portuguesa, como o labor noticiou na sua última edição.  O seu custo é de 12.880 euros, suportados na totalidade pela DGArtes.

 

Grandes nomes da arte contemporânea portuguesa passaram pelo Centro de Arte de S. João da Madeira

Fundado em 1986, o Centro de Arte de S. João da Madeira transformou-se, desde muito cedo, “num dos poucos exemplos de descentralização artística e cultural existentes no país, notoriamente reconhecido em múltiplos artigos publicados na comunicação social, ao longo dos anos”, como refere o atual diretor num texto da sua autoria que consta da folha de sala.

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...