“Erradicar a pobreza” é “um imperativo de consciência”

0
20

O Núcleo de S. João da Madeira do Movimento Erradicar a Pobreza assinalou mais uma vez o Dia Internacional para Erradicar a Pobreza assinalado a 17 de outubro.

“Erradicar a pobreza é um imperativo de consciência e a sua concretização passa pela não aceitação deste flagelo universal, que afeta tantas pessoas no nosso país”, afirmou o Núcleo, em comunicado enviado ao labor, onde salienta que “a pobreza tem causas que podem ser banidas da sociedade”.

“Segundo estatísticas do INE, em 2020, mais de 1 milhão e 700 mil residentes em Portugal encontrava-se nessas condições, assim mais de 500 mil viviam em agregados que tinham dificuldades em pagar a renda atempadamente, e cerca de 250 mil pessoas não conseguiam ter pelo menos uma refeição de carne ou peixe (ou equivalente vegetariano) pelo menos de dois em dois dias. Tudo isto num quadro onde mais de milhão e meio de pessoas se encontrava em situação de privação material”, lê-se no comunicado.

O Núcleo sanjoanense do Movimento Erradicar a Pobreza colocou cartazes com esta e outras informações na cidade.

De acordo com o mesmo, “a realidade, que os números apenas ilustram, mas constituem o drama quotidiano de vidas cujos direitos fundamentais reconhecidos internacionalmente são violados, impõe a cada um de nós a exigência de justiça social para todos, não aceitando a pobreza como fatalidade”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...