ADRAV entra com o pé direito

Liga Futebol Inatel – Grupo A

0
34

ADRAV, 2 – Talhadas, 1

ADRAV: Zé Grande, Rúben Fernandes, Pedro Pi, Beto, Xavier, Márcio (cap), Abel, David, Joca (78 Vítor), Pombas, (60 Hugo Barraca), Marcelo Sales.

Suplentes: Tiago Tavares, Ruben, Tiago Marques, Vítor, Tiago Santos, Hugo Barraca.

Treinado: Carlitos.

A ADRAV venceu (2-1), no passado dia 23, o Talhadas, de Sever do Vouga, na jornada inaugural do Campeonato do INATEL, competição que está de regresso depois de mais de um ano de suspensão.

Entrou melhor o conjunto de S. João da Madeira, que procurando manter a posse de bola e com ataques contínuos foi surgindo com perigo junto da baliza visitante, mas pecava na hora da finalização.

Mas o golo dos locais parecia perto e surgiu aos 28 minutos com Pi, em resposta a um livre de Xavier, a rematar de primeira sem hipótese de defesa. Beto podia ter ampliado a vantagem logo depois, mas o cabeceamento passou rente ao poste. O intervalo chegou sem mais alterações no marcador, depois de uma primeira parte de domínio da ADRAV e perante um adversário com dificuldades para impor o seu jogo.

A segunda parte começou praticamente com o segundo golo dos homens da casa. David, oportuno, aproveitou um erro do guardião visitante, que não conseguiu segurar a bola, para ampliar a vantagem.

O resultado pesava para o Talhadas, que numa tentativa de ganhar superioridade foi impondo um jogo mais duro. A ADRAV foi mantendo o domínio, mas aos poucos os visitantes foram-se aproximando da baliza de Zé Grande, em particular de bola parada, que no jogo aéreo mostrou-se intransponível.

Do lado contrário a ADRAV também criava perigo e aos 55 minutos Xavier podia ter sentenciado a partida quando foi chamado para converter uma grande penalidade, mas não teve o discernimento necessário e atirou para fora.

Cerca de 15 minutos volvidos surgiu um lance que deixou todos em sobressalto e que colocou os visitantes na luta pelo resultado, quando na cobrança de um canto um homem do Talhadas chocou com o guardião da casa e ficou estendido no chão, manifestando sinais de desmaio e dificuldade em respirar. Após a chamada do INEM e de uma longa paragem, o jogo reatou da pior forma para a ADRAV. O árbitro assinalou grande penalidade e o Talhadas não perdeu a oportunidade para reduzir, obrigando a equipa da a casa ter mais preocupações defensivas, situação que levou Carlitos a trocar Joca por Vítor. Contudo, o marcador não voltou a sofrer alterações.

Na próxima jornada a ADRAV desloca-se à freguesia vizinha de Arrifana para defrontar Os Arrifanenses.

Márcio foi o homem do jogo

O homem da ADRAV realizou uma partida a roçar a perfeição.

Márcio fez uso do seu porte físico tendo sido fundamental para a dinâmica e robustez do meio campo da ADRAV. Para além disso, ajudou a manter uma boa coesão defensiva e impulsionou o ataque, tendo sido também incansável no apoio aos seus colegas de equipa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...