A Companhia da Música lançou o álbum “20 Anos” e homenageou o seu fundador, Benjamim Maia, em dois espetáculos também organizados para angariar dinheiro para os bombeiros

Foram os primeiros concertos sem o fundador. Ou melhor, apenas sem a sua presença física, porque verdade seja dita: Benjamim Maia esteve e está bem vivo na memória dos elementos da Companhia da Música que o homenagearam, bem como dos que encheram a Casa da Criatividade nos dois dias de espetáculo. Aliás, em cima do palco, a sua guitarra “iluminada” por uma forte luz provinda de um candeeiro ajudou à memória. E de que maneira!

O fim de semana passado foi mesmo de fortes emoções. Tal como Benjamim Maia havia planeado em vida, a Companhia da Música lançou o álbum “20 Anos” precisamente nos dias 30 e 31 de outubro, no âmbito de dois concertos que ficam para a história não só deste grupo musical de S. João da Madeira já com duas décadas, mas também das centenas de espetadores que os viram.

Carlos Coelho foi um dos que assistiu ao que definiu de “dois espetáculos maravilhosos”. O presidente da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de S. João da Madeira (AHBVSJM) fez questão de estar presente nos dois dias. Primeiro, pela amizade que o unia a Benjamim Maia, que durante muitos anos foi diretor da AHBVSJM. Depois, porque a própria instituição a que preside foi a beneficiária desta iniciativa da Companhia da Música.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...