Protocolo de doação foi assinado na inauguração do mural de homenagem ao antigo operário da indústria da chapelaria situado em Fundo de Vila 

O rosto de Méssio Trindade, “persona grata” da indústria e do Museu da Chapelaria, está representado no novo mural do circuito de arte urbana de S. João da Madeira (SJM) criado na empena de um prédio de habitação coletiva da Rua José Moreira, em Fundo de Vila, tal como o labor noticiou na sua última edição.A inauguração desta intervenção artística da autoria de Daniel EIME decorreu no passado sábado, com a presença de familiares daquele antigo operário já falecido.

DR

Promovida pela câmara municipal (CM) e pelo Museu da Chapelaria e apoiada pelo Programa Operacional Regional Norte 2020, esta obra representa uma homenagem à indústria chapeleira e aos seus trabalhadores e empresários, pelo papel desempenhado no desenvolvimento do concelho.

Tendo contado com a presença de antigos trabalhadores do setor, da diretora Joana Galhano e de funcionários do Museu da Chapelaria, de autarcas e moradores locais, a cerimónia inaugural incluiu ainda a assinatura do protocolo de doação à CM, por parte da família de Méssio Trindade, de fotografias e de um relógio que pertencia ao antigo operário, avança também o comunicado.

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...