Novos radares de velocidade média

A partir do final deste ano

0
93

Os radares de velocidade instantânea fixos e móveis são conhecidos dos condutores das estradas portuguesas. A partir do final de 2021, a novidade é um novo tipo de radar, o de velocidade média. “Estes radares vão calcular se, em média, os veículos andaram mais depressa do que o permitido num determinado trajeto”, dá a conhecer o Automóvel Club de Portugal (ACP). “Imagine que vai numa estrada em que existe o limite de velocidade de 100km/h. Num determinado ponto, é registada a matrícula do seu veículo, assim como a hora de passagem. Mais à frente nesse mesmo trajeto, estará outro radar que faz exatamente o mesmo. Com base na hora de entrada e saída do percurso (regra geral, estes radares estão instalados em troços sem entroncamentos ou saídas), é calculado o tempo que o veículo demorou a percorrê-lo, assim como a velocidade média. Se o condutor completou a distância entre as duas câmaras num tempo inferior ao mínimo estipulado, significa que não cumpriu o limite de velocidade (no exemplo, os 100 km/h). Desta forma, considera-se que circulou em excesso de velocidade”, explica o ACP, esclarecendo que “de nada adiantará ao condutor parar a meio do trajeto para fazer tempo, caso tenha ultrapassado o limite de velocidade” porque, “primeiro, não ganha tempo algum (e esse é o intuito quando se ultrapassa o limite de velocidade)” e “depois, os radares de velocidade média vão estar presentes em troços onde é proibido ou muito difícil parar”.

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...