CD Póvoa, 8 – AD Sanjoanense “B”, 2

Jogo no Pavilhão Leonardo Linhares de Castro, Povoa de Varzim.

Árbitros: Rui Torres e Miguel Azevedo (AP Minho).

CD Póvoa: Rodolfo Sobral, Miguel Castro, Diogo Fernandes, Tiago Pereira.

Suplentes: Telmo Fernandes, José Pedro Carvalho, Luís Melo, Tiago Vilaça, Gonçalo Silva.

Treinador: Rúben Fangueiro.

AD Sanjoanense “B”: Nuno Reis, Luís Filipe, Tiago Gaspar, Gonçalo Ribeiro, Alexandre Barreira.

Suplentes: Marcelo Silva, Pedro Gomes, Daniel Pires, Bernardo Pereira, Jacinto Barreira.

Treinador: Franklin Silva.

Ao intervalo: 6-0.

Cartão azul para Bernardo pereira (20’), Tiago Vilaça (49’), Marcelo Silva (49’).

Marcadores: Tiago Pereira (2’), Diogo Fernandes (7’), Miguel Castro (20’), José Pedro Carvalho (21’, 23’), Luís Melo (24’, 40’) , Gonçalo Silva (27’), Luís Filipe (37’), Bernardo Pereira (37’).

Faltas: CD Póvoa, 14 | AD Sanjoanense “B”, 7.

A Sanjoanense continua sem vencer. Na deslocação à Póvoa de Varzim, para defrontar um adversário direto, o conjunto alvinegro sofreu uma pesada derrota num encontro onde os homens de Franklin Silva estiveram sempre em desvantagem e tiveram bastantes dificuldades para contrariar o jogo dos locais.

Foram, aliás, os homens de Rúben Fangueiro que entraram melhor no encontro e isso não demorou a refletir-se no marcador, que começou a funcionar logo aos dois minutos por intermédio de Tiago Pereira que, pouco depois, viu a vantagem aumentar com o golo de Diogo Fernandes.

A Sanjoanense organizou-se e assistiu-se a um período de equilíbrio que durou cerca de 15 minutos, altura em que a formação da casa voltou a fazer estragos. Nuno Reis ainda negou um livre direto a Diogo Fernandes, mas logo de seguida o guardião alvinegro não conseguiu impedir os golos de Miguel Castro e de José Pedro Carvalho (4-0). O conjunto de S. João da Madeira acusou a desvantagem, facilitou e a desconcentração culminou com mais dois golos do Póvoa antes do intervalo, deixando os alvinegros com uma tarefa complicada na segunda parte.

No regresso dos balneários esperava-se que a Sanjoanense conseguisse inverter o rumo do jogo, mas a equipa da casa entrou como na etapa inicial e com dois minutos de jogo Gonçalo Silva elevou a contagem para 7-0.

Os homens de Franklin Silva nunca atiraram a toalha ao chão e aos 37 minutos reduziram a diferença com dois golos seguidos de Luís Filipe e Bernardo Pereira, mas sem colocar em causa a vitória do Póvoa, que pouco depois fechou a contagem com Luís Melo a bisar na partida.

No próximo sábado a Sanjoanense recebe a formação vizinha de Santa Maria da Feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...