Em Portugal foi aceite pacificamente, mas em França gerou “uma grande controvérsia”

A exposição coletiva “Babuchas e as Mulheres”, com a curadoria de Renata Carneiro, vai ser inaugurada este sábado, dia 27 de novembro, pelas 15h00, no Museu do Calçado.

Entre os presentes estarão Paula Gaio, vereadora da Ação Social, Joana Galhano, diretora do Museu do Calçado, Renata Carneiro, artista e curadora, e as artistas plásticas Alvarenga Marques, Cristina Troufa, Susana Ribeiro e Teresa Pedroso. O momento contará com uma leitura encenada de poemas de Ana Luísa Amaral, uma das artistas plásticas da exposição coletiva, por elementos do grupo de teatro “A Bem Dizer” do Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior com direção da professora Cristina Marques.

“Uma vontade de expressar um sentimento perante a mulher, mais concretamente a mulher árabe. Demonstrar o seu papel na sociedade atual, os seus costumes, os seus pensamentos, livres ou não, o uso do lenço ou burca foi o ponto de partida para a criação deste projeto, tentando, desta forma, refletir e comparar com a mulher ocidental”, explicou Renata Carneiro. Partindo deste princípio, a curadora convidou “19 mulheres artistas para intervirem numas babuchas masculinas, usadas na vida quotidiana de uma família tradicional, sendo que o suporte é a personificação do homem”.

As artistas portuguesas e espanholas são Alvarenga Marques, Ana Carvalho, Ana Luísa Amaral, Cristina Troufa, Emília Viana, Inma Doval, Maria Rafael, Maria Rosas, Mariana de Castro, Masaur, Miriam Rodrigues, Nélia Caixinha, Raquel Gralheiro, Renata Carneiro, Rosa Puente, Setas Ferro, Silvia Carreira, Susana Bravo, Susana Ribeiro e Teresa Pedroso.

Desde a sua criação em 2013 que “Babuchas e as Mulheres” já esteve em itinerância no nosso país e em França até 2016. Se as exposições e o projeto tiveram “uma boa aceitação” e “uma boa recetividade” por parte do público em Portugal, o mesmo não aconteceu em França, país onde a comunidade árabe é muito expressiva.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...