Foram dadas 763 consultas até ao final do passado mês de outubro

A especialidade de psiquiatria é uma das que acompanha o Hospital de S. Sebastião desde o seu início que remonta ao ano de 1999. Já na altura, o seu primeiro presidente do conselho de administração, o psiquiatra Hugo Meireles, “teve um forte pendor na tentativa de trazer esta área para o Entre Douro e Vouga”, recordou o médico Carlos Carvalho, diretor clínico do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV), criado em 2009, agregando desde então os hospitais de Santa Maria da Feira, S. João da Madeira e Oliveira de Azeméis.  Em 2011, numa fase inicial, começou a ser integrada a pedopsiquiatria juntamente com a psiquiatria. Passados seis anos é formada a Unidade Funcional de Pedopsiquiatria com três pedopsiquiatras e uma enfermeira do departamento de Saúde Mental. Assim se manteve até 2021, ano em que foi feita uma reorganização do regulamento interno e criada uma Unidade de Gestão de Saúde Mental que engloba psiquiatria, pedopsiquiatria e psicologia. Desde janeiro deste ano que um serviço autónomo de pedopsiquiatria está sedeado no Hospital de S. João da Madeira, onde 763 consultas foram dadas até ao final do passado mês de outubro. Um número que já excedeu as 761 consultas registadas em 2020 e as 338 em 2019. A estes números acrescem os de consultas de pedopsiquiatria que foram dadas no Hospital de S. Sebastião (1.202 em 2019, 1.477 em 2020 e 1.137 em 2021).

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...