Dínamo Sanjoanense, 7 – Arsenal Maia, 4

Jogo no Pavilhão das Travessas.

Árbitros: Dany Garcez e Pedro Oliveira.

Dínamo Sanjoanense: Babas, Valter Batista, João Carvalho, Tiago Silva, Felipe Simas.

Suplentes: Bruno Moreira, Chico Leitão, Xavier Moreira, Nando Costa, Zé Paulo, Pedro Gomes, Pedro Sousa.

Treinador: André Crud.

Arsenal Maia: Diogo Teixeira, Sá Pereira, Ricky Oliveira, Fábio Norinho, Renato Ribeiro.

Suplentes: João Neves, Pedro Ferreira, Pedro Acácio, Miguel Ângelo, Diogo Amorim, Nuno Neves.

Treinador: Élio Almeida.

Ao intervalo: 2-1.
Cartão amarelo para Tiago Silva (19’), Zé Paulo (27’), João Neves (29’), Nuno Neves (34’).

Marcadores: Valter Batista (6’pb, 30’, 31’), Pedro Sousa (12’, 23’ pb, 39’, 40’), Zé Paulo (26’), Tiago Silva (20’), Renato Ribeiro (29’), Diogo Amorim (38’).

Na terceira posição, o Dínamo Sanjoanense entrava na última jornada da primeira fase como favorito, já com a presença na segunda fase assegurada, perante um Arsenal Maia que chegou a S. João da Madeira no sétimo lugar e depois de uma goleada frente ao Marítimo. Mas os homens de Élio Almeida entraram focados no jogo e começaram logo de início a criar dificuldades aos locais, que viram a situação complicar-se aos seis minutos com o primeiro golo da partida, fruto de uma infelicidade dos homens de André Crud. Na tentativa de anular um cruzamento de Ricky Oliveira, Valter Batista acaba por introduzir a bola na própria baliza.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...