A minha coluna

0
38

PORTANTOS…

Ora bem. Vamos ter eleições em janeiro e as notícias sobre as novidades dos diversos partidos começam a encher as páginas dos jornais e os destaques nas televisões. É a hora em que qualquer um deles, por mais pequenino que seja, tenha sido, ou venha a ser, tem o direito de ser tratado por igual como se todos fossem gente grande. Um dos partidos a que acho mais piada é o Iniciativa Liberal. É daquela rapaziada que acha que tudo deve ser de todos, mas de outra maneira. Por exemplo. Os rios. Não os Ruis. Os rios mesmo. Aqueles que, em princípio, têm água. Um dos putativos candidatos pelo IL vai ser um tal de Arroja. Há anos, na TSF, havia umas crónicas de um Arroja – deve ser este ou o Pai dele… – que defendia a privatização dos rios. Foi uma das crónicas mais surpreendentes que à época ouvi. Dizia o senhor que, se o Estado privatizasse os rios, numa iniciativa liberalizante que à época era uma ideia surpreendente, todos os rios seriam muito mais bem tratados, teriam águas límpidas, margens cuidadas e peixe em abundância. Só não me lembro se o sujeito disse na altura que qualquer cristão que quisesse fazer um piquenique perto do rio teria que pagar. Eu acho que estava implícito, mas, com franqueza, não sei se o idiota chegou aí! Pois agora o IL vai ter uma chusma de novos pensadores que certamente trarão muito mais ideias semelhantes – um desses Arroja vai lá estar e isso é um bom indicador de novidades… – que não deixarão de embevecer qualquer cidadão nacional. A ver vamos. Mas o curioso – e é por isso que me lembrei de trazer o IL à colação – são os princípios gerais a seguir pelos candidatos dessa força política tendo como pressuposto a esperada aprovação da moção “liberalizar Portugal 2022” (não sei se também vale para 2023 e seguintes…) a apresentar pelo único IL conhecido, Cotrim de Figueiredo – uma simpatia de pessoa, aliás.

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...