Artista garante que esta exposição na Biblioteca Municipal de S. João da Madeira é a última que faz a título individual 

  

A exposição de pintura “Confinar – Desconfinar – Momentos” traz à Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo um “mar de emoções”.  Nesta mostra de Natália Frias, encontramos o medo, a tristeza, a angústia, a ansiedade, a esperança, etc..

São mais de 20 obras aquelas a que a artista plástica natural da Branca, freguesia de Albergaria-a-Velha, chama de “pinceladas” e que foram criadas durante o período em que esteve confinada devido à pandemia. Natália Frias usou o tempo do confinamento, que garante que não a afetou psicologicamente nem lhe custou a passar, para libertar “emoções e pressões”, para “alimentar a reflexão e a inspiração”, para “retratar os rostos do meu silêncio” e para “construir um novo amanhã”.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...