DF

“Campo Minado”

Lembram-se daquele jogo em que estávamos constantemente com o coração nas mãos porque cada vez que clicávamos num dos quadrados podíamos ter um número ou uma mina que explodia com todo o trabalho tido até então? O piso das traseiras do Museu da Chapelaria faz lembrar algo do género. Sempre que por lá passamos o receio é qual dos retângulos é que está solto e/ou até irá ceder? A quem de direito pedimos que ponha mão a isto antes que alguém se magoe até porque a mobilidade não é um jogo.

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...