AD Sanjoanense, 2 – OC Barcelos, 7

Jogo no Pavilhão da AD Sanjoanense.

Árbitros: Miguel Guilherme (AP Lisboa e José Martins (AP Lisboa).

AD Sanjoanense: Tiago Freitas, João Lima, Tiago Almeida, Pedro Moreira, Pedro Cerqueira.

Suplentes: Marco Lopes, Zé Miguel Gonçalves, João Pedro Pereira, Hugo Santos, João Ramalho.

Treinador: Vítor Pereira.

OC Barcelos: Conti Acevedo, Zé Pedro Pereira, Dario Giménez, Luís Querido, Álvaro Morais.

Suplentes: Bruno Ferreira, João Guimarães, Danilo Rampulla, André Centeno, Miguel Rocha.

Treinador: Rui Neto.

Ao intervalo: 0-3.

Cartão azul para: Hugo Santos (24’, 43’), Danilo Rampulla (29’), Vítor Pereira (43’), João Guimarães (45’).

Marcadores: Luís Querido (2’, 36’), Dario Guiménez (7’, 24’), Danilo Rampulla (43’), Álvaro Morais (45’), Zé Pedro Pereira (47’), Zé Miguel Gonçalves (44’), João Lima (48’).

Faltas: AD Sanjoanense, 9 | OC Barcelos, 10.

A Sanjoanense sofreu uma derrota demasiado pesada (2-7) frente a um dos candidatos ao título num jogo marcado por fortes críticas à dupla de arbitragem.
Uma entrada fulgurante do OC Barcelos complicou cedo as contas a uma Sanjoanense que não tinha, à partida, um jogo fácil pela frente. Os alvinegros recebiam o segundo classificado, que precisou de pouco mais de um minuto para inaugurar o marcador, com Luís Querido a tirar Tiago Almeida da frente e em posição frontal rematou para o fundo das redes

Poderá ter acesso à versão integral na edição impressa ou no formato digital. Poderá assinar o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...