Maioria absoluta. E agora?

0
89

“Uma maioria absoluta não é poder absoluto, não é governar sozinho”. Esta é, porventura, a frase da noite eleitoral proferida por António Costa, o grande vencedor das Eleições Legislativas.

Visivelmente emocionado pela confiança que acabara de receber de mais de 2,2 milhões de portugueses, depois de duros meses de gestão da pandemia e de um Orçamento do Estado 2022 incompreensivelmente chumbado, Costa não perdeu tempo a anunciar ao que ia: a enorme responsabilidade traduzir-se-á em estabilidade, diálogo, concertação e desenvolvimento do país dando seguimento às políticas do PS nos últimos seis anos.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...