PSD volta a ser o maior partido da oposição. Chega e Liberais passam a ser terceira e quarta forças políticas, ultrapassando o BE e o PCP. CDS diz adeus à mais importante arena política do país

Os resultados não podiam ser mais claros a nível local, distrital e nacional. O Partido Socialista (PS) foi o grande vencedor da noite ao conquistar, como muitos apelidaram, uma maioria (de surpresa) absoluta. Tal deve-se ao facto de as sondagens indicarem que a disputa ia ser renhida entre socialistas e sociais-democratas e que, à partida, nenhum deles iria conseguir a tão propalada maioria absoluta, o que os obrigaria, tal como aconteceu em mandatos anteriores, a procurar entendimentos junto de outras forças partidárias com assento na Assembleia da República. Desta forma, António Costa vai ter quatro anos de liderança mais tranquila, pelo menos, no que toca à aprovação de documentos, como o orçamento, que são essenciais para que possa governar o país.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...