A primeira fase do campeonato da Proliga de basquetebol chegou ao final no passado fim de semana. A Sanjoanense, em ano de transição, com mudança de treinador e de grande parte do plantel, não foi além da última posição da zona norte, com apenas duas vitórias, e vai agora ter de lutar pela manutenção, numa segunda fase em que irá defrontar os quatro últimos da zona sul. No entanto, os resultados obtidos na primeira fase com as equipas da sua zona também contam para a classificação final, que será feita separadamente, ou seja, zona norte e zona sul, apurando quem se mantém e quem terá de disputar o playout.

Entretanto, na última sexta-feira, os alvinegros defrontaram o Sampaense, no Pavilhão Paulo Pinto, e perderam 73-76, numa partida bastante equilibrada e em que a decisão só aconteceu nos segundos finais. Já no sábado, na última jornada da primeira fase, deslocação a Aveiro para defrontar o Galitos, num jogo em que os alvinegros jogaram só com portugueses e com uma equipa com média de idade a rondar os 20 anos, a mais jovem da Proliga. O resultado foi de 119-76 mas já não tinha qualquer influência para a classificação, tendo o jogo sido aproveitado pelo treinador, Vítor Barbosa, para dar tempo de competição aos jovens que integram o plantel, alguns deles ainda com 16 anos.

Terminada que está a primeira fase, o Labor esteve à conversa com Vítor Barbosa, treinador que assumiu os destinos da equipa em dezembro, após a saída inesperada de Miguel Miranda para o Vitória SC.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...