ADRAV, 2 – Arrifanenses, 2

ADRAV: Zé Grande (Tiago Tavares, 70’), Rúben, Beto, Miguel, Rúben (cap), Abel, Márcio, Joca (Costa, 60’), Xavier, Pombas Filipe. 

Suplentes: David, Vítor, Marcelo Sales, Costa, Tiago Tavares.

Treinador: Carlitos.

No passado sábado defrontaram-se duas das melhores equipas da Liga Fundação INATEL e isso foi bem evidente no arranque da partida. A ADRAV procurou, logo de início, impor o seu futebol, mas deparou-se com um adversário atento e que foi anulando sucessivamente as jogadas de ataque construídas pelos locais.

Com o jogo muito concentrado no centro do terreno, cedo se percebeu que o encontro poderia ser decidido em lances de bola parada ou através de desequilíbrios individuais. E foi precisamente na cobrança de um livre, junto à lateral, que a ADRAV inaugurou o marcador. Xavier bateu tenso e viu Pombas, junto ao segundo poste, desviar para o fundo das redes.

Logo de seguida, aproveitando algum desacerto da defesa forasteira, Márcio podia ter ampliado a vantagem ao surgir frente ao guardião visitantes, mas o remate passou rente ao poste.

A segunda parte começou praticamente com o segundo golo da equipa da casa, fruto de um lance de infelicidade dos visitantes, quando Hélio, na tentativa de afastar o perigo, acabou por introduzir a bola na própria baliza.

Os Arrifanenses reagiram com uma série de substituições e as mudanças surtiram efeito. A ADRAV começou a sentir dificuldades e Hélio redimiu-se do desaire ao apontar o primeiro dos visitantes.

O golo galvanizou os forasteiros, que obrigaram os homens da casa a recuar, acabando por sofrer um revés já perto do final do encontro com a lesão do guardião de Zé Grande, que acabou encaminhado para a unidade hospitalar. Tiago Tavares assumiu o lugar e não conseguiu impedir o empate da formação de Arrifana.

No próximo fim de semana a ADRAV desloca-se a Oliveira do Bairro para defrontar a equipa da ADRAC Rêgo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...