ADRAC Rego, 1 – ADRAV, 2

ADRAV: Zé Grande, Rúben (cap), Beto, Boss, David (Filipe, 65’), Márcio, Joca (Pi, 30’), Abel, Barraca (Sales, 70’), Xavier, Pombas (Tiago Tavares, 75).

Suplentes: Filipe, Pi, Sales, Tiago Tavares.

Treinador: Carlitos.

A deslocação ao reduto do Rego era importante para as aspirações da ADRAV. O conjunto de S. João da Madeira precisava dos três pontos para não cair na classificação e o jogo até começou bem para os homens de Carlitos, que inauguraram o marcador à passagem do quarto de hora por intermédio de Xavier.

O golo não abalou a equipa da casa, que soube tirar proveito de alguma passividade da defesa visitante para chegar à igualdade, resultado que se manteve até ao intervalo.

No regresso dos balneários a intensidade aumentou. Os locais endureceram o jogo e intensificaram a pressão ofensiva, muitas vezes de lances de bola parada, na tentativa de chegar à vantagem. Mas foi a ADRAV que tirou proveito da opção de jogo do Rego quando Sales surgiu junto ao segundo poste e, de cabeça, voltou a colocar os visitantes na liderança.

Em vantagem, Carlitos optou por mexer na equipa com o intuito de dar mais velocidade ao setor ofensivo da ADRAV, mas viu-se obrigado a repensar a estratégia quando, pouco depois de entrar, Filipe recebeu ordem de expulsão.

Em inferioridade numérica, segurar a vantagem passou a ser a prioridade dos homens de S. João da Madeira, que recuaram no terreno para fechar a baliza de Tiago Tavares, já que o guardião Zé Grande também acabou expulso junto com um dos jogadores da casa.

Com o jogo numa fase intensa e ainda com muito tempo para jogar, a equipa do Rego galvanizou-se e foi uma ameaça constante para a ADRAV, que beneficiou da excelente exibição de Beto e de algum desacerto dos locais na altura da finalização.

Apesar das dificuldades e da pressão intensa dos anfitriões, Marcelo Sales teve duas boas ocasiões para ampliar a vantagem, mas os remates não levaram a melhor direção.

No próximo sábado a ADRAV recebe, às 17h00, o GD Pessegueiro, do Vale, num jogo onde só os três pontos interessam ao conjunto de S. João da Madeira.

Beto foi o homem do jogo

Controlando na totalidade os seus adversários diretos, Beto realizou uma excelente exibição. Dono de uma leitura de jogo impressionante, que permitiu que o central se antecipasse nas jogadas, Beto foi também preponderante nos lances de perigo que anulou tendo também respondido com eficácia ao jogo aéreo.

Beto é, sem dúvida, um elemento que transmite segurança e tranquilidade aos guarda-redes da ADRAV.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...