Dínamo Sanjoanense, 5 – AMSAC, 3

Jogo no Pavilhão das Travessas.

Árbitros: Francisco Dias e Bruno Castro.

Dínamo Sanjoanense: Babas, Nando Costa, João Carvalho, Xavier Moreira, Felipe Simas.

Suplentes: Bruno Fonseca, Dinis Silva, Valter Batista, Chico leitão, André Cardoso, Zé Paulo, Bruno Moreira, Tiago Silva, Nuno Costa.

Treinador: André Crud.

AMSAC: John Welton, Paulinho, Paulo Major, Vlademir, Telmo Sousa.

Suplentes: Marco Tavares, Diego Sol, Júnior, Luís Nunes, Rafinha, Bruno Martins, Duarte Quintela.

Treinador: Manuel Jorge.

Ao intervalo: 2-0.

Cartão amarelo para Paulinho (12’), Telmo Sousa (22’), João Carvalho (22’ e 38’), Tiago Silva (26’), Duarte Quintela (37’), John Welton (39’). Cartão vermelho João Carvalho (38’).

Marcadores: Chico Leitão (9’), Paulo Major (12’ pb), Nando Costa (21’, 24’), Paulo Major (22’, 37’, 38’), Tiago Silva (25’).

O Dínamo Sanjoanense venceu, em casa, o AMSAC, por 5-3, e “empurrou” a equipa de Santo António dos Cavaleiros do primeiro para o terceiro lugar, fruto também das vitórias de Os Belenenses e do Marítimo.

Procurando somar mais três pontos para continuarem a sonhar com a subida de divisão, os homens de André Crud entraram bem, assumiram o comando do jogo e ao longo dos primeiros 20 minutos foram a equipa mais inconformada dentro das quatro linhas. Perante um adversário que denotava alguma falta de concentração, o Dínamo começou cedo a incomodar John Welton, que aos oito minutos teve de se aplicar para desviar um forte remate de Chico Leitão. Pouco depois Valter Batista também revelou pontaria afinada e a bola só não entrou porque o remate bateu nas costas de um colega de equipa.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...