Termas OC, 4 – AD Sanjoanense “B”, 1

Jogo no Pavilhão David Correia Andrade, S. Pedro do Sul.

Árbitros: Rui Torres e Miguel Azevedo (AP Minho).

Termas OC: Gonçalo Pereira, Pedro Rego, José Barreto, Simão Oliveira.
Suplentes: Ricardo Pereira, Tiago Ribeiro, Daniel Lopes, Luís Francisco Oliveira, Luís Paulo Pinheiro.

Treinador: Pedro Ferreira.

AD Sanjoanense “B”: Nuno Reis, Luís Filipe, Tiago Gaspar, Bernardo Pereira, Alexandre Barreira.

Suplentes: Marcelo Silva, Pedro Gomes, Gonçalo Ribeiro, Gonçalo Bravo, Jacinto Barreira.

Treinador: Franklin Silva.

Ao intervalo: 0-1.

Cartão azul para Tiago Gaspar (36’).

Marcadores: Tiago Gaspar (15’), José Barreto (37’, 38’), Luís Paulo Pinheiro (45’, 49’).

Faltas: Termas OC, 11 | AD Sanjoanense “B”, 8.

A Sanjoanense tinha possibilidade de voltar a sair dos lugares de despromoção, mas a derrota na deslocação a S. Pedro do Sul manteve os alvinegros nos lugares de descida de divisão. Os homens de Franklin Silva defrontavam um adversário direto na luta pela manutenção e foi com o foco nos três pontos com que entraram em jogo, inaugurando o marcador à passagem do quarto de hora por intermédio de Tiago Gaspar.

O golo não dava grande tranquilidade à equipa que viajou de S. João da Madeira mas, ainda assim, os visitantes conseguiram segurar a vantagem até ao intervalo.

Na segunda parte esperava-se que a Sanjoanense conseguisse ganhar algum conforto no marcador, mas sem conseguir marcar, o cartão azul mostrado a Tiago Gaspar aos 11 minutos acabaria por mudar o rumo do jogo. Na sequência do castigo o Termas beneficiou de um livre direto que José Barreno não conseguiu converter. Mas o homem da casa redimiu-se de imediato do lance desperdiçado, dando a volta ao marcador com dois golos em cerca de um minuto, para momentos depois ver Luís Paulo Pinheiro dar algum conforto à equipa com o terceiro golo dos locais. Luís Filipe ainda teve uma boa ocasião para colocar a diferença mínima no marcador, fruto de um livre direto a castigar a décima falta do Termas, mas desperdiçou a oportunidade para reduzir. Quem não o fez foi Luís Paulo Pinheiro, que fechou a contagem nos últimos segundos do encontro ao fixar o resultado nos 4-1.

No próximo sábado a Sanjoanense recebe, às 21h30, o CD Póvoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...