Arrifana

0
43

Para quem circula entre os dois concelhos – Feira e S. João da Madeira – a descontinuidade territorial não existe. Como não existe, aliás, entre várias freguesias administrativamente pertencentes a concelhos diferentes por esse país fora e que se apresentam, na prática, como cidades contínuas. Às vezes chega a ser caricato explicar, quando necessário, que ”a partir deste ponto saímos da freguesia X e entramos na freguesia Y”! Afinal, pertencemos todos à mesma comunidade e essas diferenças administrativas não influenciam a nossa vivência diária. Como diria “o outro”, era o que mais faltava se influenciassem. Longe vão, pois, os tempos de regionalismos doentios e o nosso dever de cidadania é pugnar para que a nossa comunidade alargada tenha tudo o que nos ajude e potencie melhor qualidade de vida. A vila de Arrifana, aqui ao lado, faz parte da nossa comunidade e nós também fazemos parte da comunidade de Arrifana. Vivemos todos juntos.

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...