O sonho do sanjoanense Sílvio Bulhosa tornou-se realidade corria o ano de 1968 

“As Terras Grandes terão que alicerçar-se em grandes cometimentos e [serão] estes, necessàriamente, que ficarão a definir as Pessoas e atitudes inteiramente devotas às Suas Terras e aos seus problemas”, estando “perfeitamente enquadrada neste espírito a cerimónia de inauguração de tabelas  para a prática de mini-basquete nas Escolas Primárias, realização absolutamente inédita em Portugal, concebida e executada pelo Grande Desportista e Sanjoanense Sílvio Bulhosa (…)”, lê-se na edição de 20 de julho de 1968 d´O Regional.

Descrita como uma “jornada inesquecível”, a cerimónia, que teve lugar no dia 13 de julho de 1968, começou com uma sessão de boas-vindas, pelas 15h00, na sede da Associação Desportiva Sanjoanense que esteve a cargo do presidente da assembleia-geral António de Oliveira Figueiredo. Além do presidente e vice-presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, estiveram presentes o delegado distrital da Direção-geral dos Desportos (DGD), o diretor do Distrito Escolar de Aveiro, o vice-presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol, o presidente da Associação de Basquetebol do Porto, o delegado do Centro de Medicina Desportiva, que era o médico sanjoanense Flores Santos Leite, o Padre Moura Aguiar, o Tenente Vasconcelos da Guarda Nacional Republicana, o subchefe Moreira da Polícia de Segurança Pública, o Provedor da Santa Casa da Misericórdia, dirigentes e representantes locais da imprensa. A ausência da Associação de Basquetebol de Aveiro foi sentida e recebida com estranheza, seja por não ter filiados para demonstração de basquetebol, seja pela não representação de um qualquer elemento da direção.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o  trabalho aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...