Vai levando o Ul ao Vouga as penas da nossa pena,

Que pelas sombras da tarde as irá lançar ao mar;

Pelas curvas apertadas, de uma corrida serena,

Vai recebendo outras penas, na marcha do seu penar.

Flores Santos Leite

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...