A lebre da Páscoa

0
18

Por mais voltas que a gente dê, por mais ocupada que esteja a nossa cabeça, sobretudo nos dias que correm, as chamadas festas de ano nunca deixam de nos levar até à infância, cada vez mais longínqua e saudosa. Desta vez foi a Páscoa.
Tempo de Primavera, tempo de estrear vestido novo, de colher violetas, flores de pão e queijo e campainhas dos matos. Tempo de enfeites de ovos, galinhas, lebres e coelhos, de mistura de costumes e tradições.

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...