Alunos do Parrinho plantaram mais de 100 medronheiros

0
88

Também recolheram lixo do Parque do Rio Ul

 

No âmbito das comemorações da Semana da Terra, promovidas pela Câmara de S. João da Madeira, os alunos da escola do Parrinho plantaram, a 27 de abril, mais de 100 medronheiros no perímetro do recreio escolar com o apoio de um funcionário municipal.

Por sua vez, o corpo docente promoveu, a 29 de abril, uma Caminhada Ecológica até ao Parque do Rio Ul, onde, depois do lanche, formaram equipas e recolheram lixo deixado no mais espaço verde da cidade. “Apesar de à primeira vista o parque estar com um aspeto aprazível os alunos recolheram uma quantidade assinalável de lixo, suficiente para encher vários sacos”, informa a escola do Agrupamento de Escolas João da Silva Correia (AEJSC) em comunicado enviado ao labor. Da parte da tarde, os alunos do 3º ano participaram ainda na sessão “As plantas invasoras. Para todos os envolvidos, sobretudo os alunos e o corpo docente do Parrinho, estes foram, sem dúvida, “dias com vivências muito enriquecedoras”.

Visita ao Planetário e a Serralves

DR

Os alunos do 3º e 4º ano do Parrinho, acompanhados pelos professores Cristina Pinto e José Miguel Dias, deslocaram-se, no passado dia 2 de maio, ao Porto para visitarem o Planetário do Porto e o Museu de Serralves. Um dia marcado por atividades que lhes permitiriam, com o auxilio de um telescópio, ver o sol com cores que nunca imaginaram e partir numa viagem de descoberta pelo universo, culminando com a participação numa oficina acerca de tudo o que aprenderam; e apreciar a biodiversidade de Serralves, seguindo-se uma visita orientada à exposição “Conversa Mark Bradford: as cores do unicórnio na arte e nas ruas”.

De S. João da Madeira para a Finlândia

DR

No âmbito do Projeto Erasmus+ “Taste Of Life”,a escola do Parrinho embarcou, entre os dias 9 e 13 de maio, em mais uma mobilidade à Finlândia (Loviisa, Porvoo e Helsínquia).Uma aventura para alunos e professores que tiveram oportunidade de vivenciar diferentes experiências desde canoagem, passeios pedestres na floresta, street dance, até softball, sauna e palju (banho no barril).

“De regresso a casa, e na sua bagagem, trouxeram uma visão mais abrangente e diversificada sobre as diferentes culturas, diferentes pessoas e diferentes formas de estar”, remata o AEJSC ao labor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...