33 ucranianos estão a viver em apartamentos com renda comparticipada pelo Estado

Depois de ter sido a primeira câmara do país a candidatar um contrato de arrendamento no âmbito do Programa de Apoio ao Alojamento Urgente – Porta de Entrada aplicável ao regime excecional Ucrânia, em abril passado, S. João da Madeira já apresentou mais quatro candidaturas até ao momento.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 2 de junho ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...