Qual o balanço que faz do seu percurso nesta instituição?

Costumo dizer que fiz tudo o que tinha para fazer e deixo muita coisa por fazer.

Mas fez tudo o que queria ou apenas o que podia?

Não fiz tudo o que queria porque existiram constrangimentos ao longo dos tempos, nomeadamente apoios que esperávamos, mas acabaram por não surgir. Tal causou-nos alguns constrangimentos para concretizarmos alguns objetivos. Tais como as obras de recuperação do edificado que estamos agora a executar porque só recentemente foi aprovada uma candidatura que garantiu o seu financiamento através do Portugal 2020.

 

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 14 de julho ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...