Na empresa municipal Águas de S. João o ambiente continua a ser de “cortar à faca”. Para provar mesmo isso, António Augusto Conceição, coordenador da Direção Regional de Aveiro do STAL (Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional), pediu a palavra durante o período de antes da ordem do dia da última Assembleia Municipal, onde fez questão de deixar bem claro, que reitera, em nome dos trabalhadores que representa, as acusações de alegado “assédio moral, bullying e burnout” contra o engenheiro Daniel Matias, diretor-geral da empresa municipal.

Obrigado pelo seu interesse no trabalho dos nossos profissionais. Poderá ter acesso à versão integral deste artigo na edição impressa de 29 de setembro ou no formato digital. Assine o labor aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...